Sindicato dos nutricionistas do estado do Rio Grande do Sul filiada à FNN e vinculada à CNPL

Fique por dentro


Zika, Dengue e Chikungunya: entenda a apreensão mundial com essas doenças
05/02/2016


A Organização Mundial da Saúde (OMS) está em alerta com os casos de Zika Vírus, Dengue e Chikungunya que estão sendo descobertos pelo mundo. As três doenças já chegaram ao Brasil e também ao Rio Grande do Sul, conforme o Boletim Epidemiológico 3 – 2016, vol. 47, da Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde.
 
O vetor dessas doenças é o mosquito chamado Aedes aegypti. Ele tem como característica possuir o corpo escuro com rajadas branca, picar durante o dia e se proliferar em água parada e limpa. As doenças que o Aedes aegypti transmite têm alguns sintomas parecidos, portanto é preciso estar atento e procurar um médico ao identificar alguns desses sinais.
 
Sintomas:
 
Zika Vírus – Febre; dores nas articulações; manchas vermelhas planas com pequeno relevo na pele; e vermelhidão nos olhos. Dores musculares, de cabeça, retro-oculares e vômitos também podem ocorrer. Os sintomas têm início de três a sete dias após a picada do mosquito. A doença costuma ser leve, podendo durar de alguns dias a uma semana. Sua forma grave, que exije internação, é rara.
 
Dengue – Febre alta; sensação de fraqueza; dor nos olhos; dor de cabeça; dor nas juntas e nos músculos; manchas avermelhadas pelo corpo; e falta de apetite. Em alguns casos pode ocorrer sangramento de nariz e gengivas.
 
Chikungunya - Febre, em geral, repentina e acima de 39°; dores intensas nas articulações principalmente nos extremos; dores de cabeça e musculares; e manchas vermelhas na pele. O vírus costuma ficar incubado de quatro a sete dias. Ao contrário da Dengue, alguns indivíduos podem desenvolver a forma crônica da doença, que dura de seis meses a um ano.
 
Prevenção:
 
Proteção pessoal – Utilizar telas nas janelas ou ar-condicionado; usar roupas que cubram braços e pernas, tratadas com permetrina (substância encontrada em farmácias); e aplicar repelentes contendo DEET, picaridina, IR3535 e para-mentane-diol.
 
Manutenção do ambiente – Colocar lixo em sacos plásticos e fechá-los de forma adequada; tampar as lixeiras; não jogar lixo em terrenos baldios; encher de areia os pratos de vasos com plantas; Escoar a água da chuva acumulada; manter tonéis, barris e a caixa d’água bem fechados; e lavar semanalmente os recipientes e utensílios de armazenamento de água.
 
Fonte: Ministério da Saúde
 

Todas Notícias

07/12/2017 - Edital de Convocação
29/08/2017 - Edital de Convocação
12/07/2017 - Reforma Trabalhista
08/07/2017 - Edital de Convocação
19/06/2017 - Vagas Esgotadas
06/06/2017 - SINURGS 35 anos!
23/05/2017 - ATENÇÃO!
23/03/2017 - NOTA PÚBLICA
06/02/2017 - Formandos FGS 2016/2
20/01/2017 - Formandas IPA 2016/2
20/01/2017 - Formandas UCS 2016/2
20/01/2017 - Formandas CNEC 2016/2
26/09/2016 - NOTA PÚBLICA
14/09/2016 - I CONSULBAC
20/06/2016 - Campanha Salarial 2016
DELEGACIAS REGIONAIS