Sindicato dos nutricionistas do estado do Rio Grande do Sul filiada à FNN e vinculada à CNPL

Fique por dentro


TST decide que sindicatos não podem fazer acordos contrariando a lei
27/09/2016
O Plenário do Tribunal Superior do Trabalho decidiu que os acordos coletivos entre patrões e trabalhadores não podem contrariar o disposto em lei. É a prevalência do legislado sobre o negociado. Os ministro das corte seguiram o relatório do ministro Augusto César de Carvalho.
O deputado Chico Vigilante (PT) comemorou a decisão do TST. Para ele, esse foi um julgamento histórico de uma matéria importantíssima.
"Essa é uma sinalização importante de que a Justiça do Trabalho, por meio do Tribunal Superior do Trabalho, se posiciona dignamente ao lado dos trabalhadores. Os ministros merecem aplausos pela posição que adotaram", comemora o parlamentar.
A corte trabalhista estava reunida para julgar se iria se adequar ou não à orientação do Supremo Tribunal Federal. Em decisão anterior, o STF determinou que patrões e empregados poderiam fazer acordos contrários aos previstos em leis, desde que não fossem subtraídos direitos fundamentais, saúde ou segurança dos trabalhadores.
"Em suma, o TST decidiu que nenhuma negociação trabalhista pode retirar direitos dos trabalhadores", declara Chico Vigilante.

Todas Notícias

12/07/2017 - Reforma Trabalhista
19/06/2017 - Vagas Esgotadas
06/06/2017 - SINURGS 35 anos!
23/05/2017 - ATENÇÃO!
23/03/2017 - NOTA PÚBLICA
06/02/2017 - Formandos FGS 2016/2
20/01/2017 - Formandas IPA 2016/2
20/01/2017 - Formandas UCS 2016/2
20/01/2017 - Formandas CNEC 2016/2
26/09/2016 - NOTA PÚBLICA
14/09/2016 - I CONSULBAC
20/06/2016 - Campanha Salarial 2016
28/12/2015 - NOTA PÚBLICA - CNPL
23/12/2015 - Feliz Natal
15/12/2015 - I CONSULBAC
30/07/2015 - Sinurgs informa:
DELEGACIAS REGIONAIS